Adicione aos Favoritos


Seja muito bem vindo(a)! 

         Pesquisa: 







Para o Prazer da mulher

Para o Prazer da mulher




 



Por que o romance erótico "Cinquenta tons de cinza" virou fenômeno mundial?

  
Este livro foi escrito sob medida para as fantasias de submissão das mulheres modernas e autossuficientes.
  
Muitos ou a grande maioria do maridos nunca leu uma linha escrita pela autora britânica Erika Leonard James. Mas, desde o seu lançamento, quando as mulheres mergulharam na leitura de sua primeira obra, eles se tornaram fãs dela. Isso porque, apesar de os termômetros na época de lançamento denunciarem o auge do inverno, muitas mulheres deram  férias aos velhos pijamas de flanela, dando novamente preferencia para as camisolas rendadas.
  Nenhum casal esta livre das armadilhas que a rotina pode impor a um longo relacionamento – nem ao estímulo que os livros de E.L. James podem produzir na vida dos casais. Sua trilogia vendeu 31 milhões de cópias apenas em língua inglesa. Agora é best-seller lá em casa.
 
A ficção adulta que está movimentando a vida doméstica, Cinquenta tons de cinza (um trocadilho com o sobrenome de um dos protagonistas, Grey, que significa cinza em inglês), é um fenômeno editorial que esta sendo comparado a sucessos como Harry Potter ou O código Da Vinci. A obra já foi traduzida para 37 idiomas, foi motivo de leilões disputadíssimos e chegou no dia 1º de agosto ao Brasil. O primeiro volume da trilogia lançado pela Editora Intrínseca teve tiragem inicial de 200 mil exemplares, uma das maiores para a estreia de um autor no país. Nos Estados Unidos, atores de Hollywood digladiam pelo papel dos protagonistas Anastasia Steele, uma universitária desajeitada e virgem de 21 anos, e Christian Grey, bilionário misterioso cinco anos mais velho por quem ela se apaixona.


Imprimir






Gostou?


Veja Também:
| Para o Prazer da mulher |

   Google+

http://www.maisbelas.com.br - Todos os Direitos Reservados 2017.